Mindfulness, técnicas para aumentar sua produtividade

Mindifulness

Mindfulnes (atenção plena), vamos falar sobre o que é e alguns exercícios de meditação mindfulness para aumentar a sua concentração e produtividade.

Certamente, você já deve ter tido dificuldade em se concentrar em alguma tarefa ou focar sua atenção durante o trabalho, é provável que isso tenha acontecido devido aos estímulos ao seu redor como: barulhos, pessoas falando, telefone tocando, celular vibrando e etc.

SE VOCÊ DESEJA SABER MAIS SOBRE PRÁTICAS MINDFULNESS, FAÇA NOSSO CURSO DE MINDFULNESS ONLINE. CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

Mas o que o Mindfullnes tem haver com isso?

Em primeiro lugar, vamos entender o que significa mindfulness.

O que é mindfulness?

Mindfulness é uma habilidade, que pode ser desenvolvida, de focar a atenção na experiência presente, sem perder o foco com pensamentos e preocupações sobre o passado ou futuro.

Curiosidades

O Mindfulness também é chamado de atenção plena no Brasil.

No budismo, mindfulness tem o significado de manter em mente a informação correta.

Atenção Plena ou Mindfulness

A atenção plena é uma qualidade que todo ser humano já possui, não é algo que você precise invocar, você apenas precisa aprender como acessá-la.

Embora a atenção plena seja inata, ela pode ser cultivada através de técnicas comprovadas, particularmente meditação sentada, andando, em pé e em movimento (também é possível deitar-se, mas geralmente leva ao sono); pequenas pausas que inserimos na vida cotidiana; e mesclar a prática da meditação com outras atividades, como ioga ou esportes.

A meditação mindfulness nos dá uma pausa em nossas vidas, onde podemos suspender o julgamento e desencadear nossa curiosidade natural sobre o funcionamento da mente, abordando nossa experiência com carinho e bondade – para nós mesmos e para os outros.

Para que serve o mindfulness?

O mindfullnes, tem sua origem no budismo, entretanto acredito que todas as as filosofias de vida/religiões tenham algum típo de técnica de oração ou meditação que ajuda a desviar seus pensamentos das preocupações habituais para uma apreciação do momento e uma perspectiva mais ampla da vida.

O mindfulness melhora o bem-estar.

Aumentar sua capacidade de atenção plena apoia muitas atitudes que contribuem para uma vida prazeirosa.

Ao se concentrar no aqui e agora, muitas pessoas que praticam a atenção plena descobrem que são menos propensas a se envolver em preocupações com o futuro ou se arrependem do passado. Elas estão menos preocupadas com as cobranças com o sucesso e a auto-estima.

O mindfulness melhora a saúde física.

Cientistas descobriram que as técnicas de atenção plena ajudam a melhorar a saúde física de várias maneiras. O mindfulness pode: ajudar a aliviar o estresse, tratar doenças cardíacas, diminuir a pressão arterial, reduzir a dor crônica, melhorar o sono e aliviar as dificuldades gastrointestinais.

O mindfulness melhora a saúde mental.

Nos últimos anos, os psicoterapeutas se voltaram para a meditação da atenção plena como um elemento importante no tratamento de vários problemas, incluindo: depressão, abuso de substâncias, distúrbios alimentares, conflitos de casais, transtornos de ansiedade e transtorno obsessivo-compulsivo.

 

Como funciona o mindfulness?

Alguns especialistas acreditam que a mindfulness funciona, em parte, ajudando as pessoas a aceitar suas experiências – incluindo emoções dolorosas – em vez de reagir a elas com aversão e evitação. Tornou-se cada vez mais comum que a meditação mindfulness seja combinada com a psicoterapia, especialmente a terapia comportamental cognitiva.

 

Como fazer meditação mindfulness

Listei aqui, algumas técnicas de mindfulnees para aumentar sua produtividade.

Aqui está uma prática rápida de mindfulness, algo a ser feito por um minuto, talvez para se estabilizar e encontrar-se em um momento de relaxamento. Esta prática rápida de mindfulness pode ser feita durante o trabalho ou em casa, pois é algo rápido para você voltar ao seu foco. Se você tiver lesões ou outras dificuldades físicas, poderá modificá-la para se adequar à sua situação.

Exercícios de mindfulness

Tome seu lugar.

Aonde quer que você esteja sentado – uma cadeira, uma almofada de meditação, um banco de jardim – encontre um local que lhe proporcione um assento estável e sólido.

Observe o que suas pernas estão fazendo.

Caso esteja sobre uma almofada no chão, cruze as pernas confortavelmente à sua frente. (Se você já faz algum tipo de postura de ioga sentada, vá em frente.) Se estiver em uma cadeira, é bom que a parte inferior dos pés esteja tocando o chão.

Endireite

mas não endureça – a parte superior do corpo. A coluna tem curvatura natural. Deixe. A cabeça e os ombros podem descansar confortavelmente em cima das vértebras.

Coloque os braços paralelos à parte superior do corpo. Em seguida, deixe as mãos caírem sobre as pernas. Com os braços ao lado do corpo, suas mãos pousarão no lugar certo. Muito à frente vai fazer você pensar. Muito longe, você ficará rígido.

Abaixe um pouco o queixo e deixe o olhar cair suavemente para baixo. Você pode deixar suas pálpebras abaixarem. Se você sentir necessidade, poderá fecha-las completamente, mas não é necessário fechar os olhos ao meditar. Você pode simplesmente deixar que o que aparece diante de seus olhos esteja lá sem se concentrar nele. Preste atenção na sua respiração.

Mantenha-se assim por alguns momentos. Quando sua postura for estabelecida, sinta a respiração. Algumas versões da prática enfatizam mais a expiração e, para a inspiração, você simplesmente deixa um espaço/tempo, sua atenção sairá da respiração e vagará para outros lugares. Quando você perceber isso – em alguns segundos, um minuto, cinco minutos – volte sua atenção para a respiração. Não se preocupe em se julgar ou ficar obcecado com o conteúdo dos pensamentos. Volte. Você vai embora, você volta.

Visualizar. Depois de um minuto de meditação, ajuste a sua intenção para a próxima atividade. Finalize com três respirações lentas.

Agora levante-se e continue seu dia. E se o próximo passo da agenda é praticar este exercício de mindfulness, prestando atenção à respiração ou às sensações do corpo, você começou com o pé direito – mãos e braços e tudo mais. Parabéns.

 

SE VOCÊ DESEJA SABER MAIS SOBRE PRÁTICAS MINDFULNESS, FAÇA NOSSO CURSO DE MINDFULNESS ONLINE. CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

 

Siga nossa lista de transmissão no Telegram (faça parte gratuitamente)

 

 

Avalie este artigo

0 / 5 5